É comum ficarmos na dúvida entre fazer uma compra ou fazer um investimento. Nessas situações sempre é bom avaliarmos os impactos (positivos e negativos) em nossos orçamentos mensais e/ou em nossas finanças familiares.

O objetivo deste texto é de apresentarmos um tipo de dúvida da atualidade: vale a pena investir em sistema de geração de energia solar?

Com o desenvolvimento das tecnologias, os equipamentos e acessórios que compõem os sistemas para geração de energia solar se tornaram cada vez mais acessíveis.

Um outro fator que tem facilitado e fomentado a compra e instalação deste tipo de sistema são as diversas linhas de financiamento que, em alguns casos, o valor da mensalidade é menor do que o valor da conta de energia da concessionária, o que torna imediato o retorno sobre o investimento, já que há uma economia no mês seguinte à instalação.

Mas vamos supor o cenário que você tenha uma disponibilidade de R$ 50.000 de recursos próprios (p. ex.: depositado na poupança do banco) e que esteja tendencioso a comprar um carro, as questões que colocamos são:

  • Comprar um carro agora?
  • Ou investir em um sistema de energia solar agora e, com a economia, compra um carro em futuro breve?

Então vamos apresentar algumas informações em relação a este assunto para que você possa melhor tomar esta decisão e, em relação aos dados, as fontes são apresentadas para melhor entendimento e transparência.

Comprar o carro

No quadro abaixo constam os dados do levantamento de informações dos custos relativos ao carro, conforme segue descritivo:

  1. Carro: valor base no “Ano 0” conforme premissa, e os demais valores referem-se à redução do valor do patrimônio devido ao item b);
  2. Desvalorização: refere-se à redução anual do valor do veículo, de acordo com a tabela FIPE.
  3. DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres): seu valor está de acordo com o site.
  4. Emplacamento: valores de acordo com o Detran.
  5. IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores): valores com base na tabela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisa Econômica) referenciando o valor médio de mercado;
  6. Seguro: com base no orçamento da Xis Corretora.
  7. Revisão: estimados conforme valores médios de mercado;
  8. Gasolina: estimado com base em um percurso de aproximadamente 21.000 Km/ano sem a correção do preço da gasolina (Base: Salvador-BA);
  9. Total: contabilização dos valores individuais.

 

Vale salientar que, para a contabilização dos gastos anuais, não foram considerados os seguintes itens reais: estacionamento, revisões não rotineiras, pneus, bateria, troca de óleo, lavagem entre outras, ou seja, em média, e desconsiderando os itens citados acima, temos os seguintes impactos com relação aos custos familiares

Gasto de aproximadamente R$ 16.000/ano;

Patrimônio desvaloriza 39% para a venda do carro ao final do período;

Ao final do 5º ano, quase o dobro do valor do patrimônio é contabilizado como perda

Comprar um sistema para geração de energia solar

Em relação aos itens que compõem o custeio, segue descritivo:

  1. Equipamentos: Para o valor referência de R$ 50.000 não foi considerado a sua depreciação, pois, com base no tipo de instalação e equipamentos/acessórios, não serão desmontados e/ou revendidos;
  2. Serviço: Considerados todos os tipos de mão de obra especializada e/ou terceirizada, ferramentas e mobilização/desmobilização. Para os anos subsequentes foram contabilizadas eventuais visitas técnicas para revisão e/ou limpezas;
  3. Economia: Considerados os valores da energia elétrica gerada para que a conta da concessionária seja da taxa mínima, além da redução da eficiência do sistema ao longo dos seus 25 anos de garantia e uma taxa de reajuste da energia conforme os últimos 05 anos.

Somente no “Ano 0” o balanço anual do sistema de geração de energia solar apresenta valor negativo, justificado basicamente pelo custo da instalação.

Considerações

Conforme os dados apresentados, há um indicativo financeiro e econômico favorável para que o Sistema de Geração de Energia Solar prevaleça quanto à escolha do potencial investidor.

De acordo com os gráficos abaixo e tabelas anteriormente apresentadas, o tempo para o retorno do investimento (pay-back simples) é de 4,8 anos, o que reforça a afirmação de que há uma vantagem competitiva do Sistema de Geração de Energia Solar em relação à compra de um carro.

Fluxo dos gastos e ganhos ao longo Contabilidade total entre a compra dos 5 anos posterior ao ano da de um carro (só gasto) e o Sistema de Energia Solar (Ganhos).

Conclusões

Assim, pode-se concluir que, investir em sistema de geração de energia solar:

  1. É mais rentável que a compra do carro caso seja feita com a economia dos custos da energia;
  2. Há uma tendência deste balanço ser mais favorável devido à expectativa futura das tarifas;
  3. As possíveis mudanças nas regulamentações, previstas para 2019, fomentam a instalação de Sistemas de Geração de Energia Solar;
  4. Os elevados prazos de garantia (de 7 a 25 anos) geram uma certeza do adequado funcionamento dos equipamentos, cada vez mais modernos e eficientes.

Deseja ter este tipo de benefício para a sua família ou empresa, além das questões ambientais (redução quanto à emissão de CO2, redução da utilização de água para gerar energia hidrelétrica etc.), entre em contato com a equipe da J2R – Energia Solar e lhe ajudaremos a encontrar o  sistema solar fotovoltaico que você e sua família necessitam.

*Com informações do site ecoPotenco